segunda-feira, 25 de julho de 2011

Google+ e o Deserto Social...

Apesar das grandes expectativas geradas pela estratégia de restrição das licenças elaborada pelo Google no lançamento do Google+, o que se vê na nova rede, além do entusiasmo e da sede por novidades vivenciada a cada lançamento na Web, é um nítido marasmo, acompanhado de comentários negativos feitos pelos usuários convidados. Todos reclamam da mesmice, da falta de novidades perceptíveis na nova rede social, mesmo que esta ainda esteja em fase de testes. Diante desse cenário, é normal que se questione se realmente  virá o tão anunciado sucesso do Google+, que promete abrir as portas ao grande público já no próximo dia 31 de julho.


Os Motivos do Marasmo...

Pensando de maneira genérica, as redes sociais são frequentadas, basicamente, pelas mesmas pessoas, se considerarmos redes com objetivos genéricos e diversificados, como o Orkut e o Facebook. Nesse sentido, fica a seguinte questão: o que faz com que estas pessoas migrem de uma rede para outra? Sabendo que, entre os requisitos para que isso aconteça, estão as funcionalidades oferecidas, é basicamente nisso que o Google+ parece apostar. A questão é saber se o valor das novas funcionalidades será realmente percebido pelo público-alvo, ou se continuará sendo visto como um mix de Orkut e Facebook, disfarçado por uma nova roupagem.

A princípio, os comentários em blogs, fóruns e na própria rede, a qual a Equipe Réseau já tem acesso, nos levam a crer que o lançamento da nova empreitada está ameaçado por uma onda de descrença e estagnação por parte dos atuais e futuros usuários.

Sendo assim, talvez o problema não esteja ligado ao caráter inovador das funcionalidades, que de fato se faz presente, mas sim à capacidade do usuário adotar uma nova plataforma, visto que muitos ainda estão tomando conhecimento do boom do Facebook, concorrente direto do Google+, e começam agora a migrar do Orkut e demais redes para a ferramenta criada por Zuckerberg.

Diante deste cenário, só nos resta aguardar e acompanhar o lançamento irrestrito do Google+, para ver qual será o resultado desta mais nova empreitada.

Afinal de contas, preocupar-se com a adoção da nova tecnologia é preciso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário